Por Que o Sexo É Melhor Depois dos 50?

 

Não é por acaso que 50 anos ou mais são chamados de melhor idade! Talvez seja por causa da maior aproximação e intimidade com seu parceiro, ou apenas porque, de repente, vocês têm mais tempo livre para passar juntos. Seja qual for a razão, qualquer pessoa com 50 anos ou mais irá lhe dizer que a vida sexual melhora à medida em que envelhecemos e nós vamos contar por quê!

 

1. Autoconfiança

 

A partir dos 50 anos, você é a melhor versão de si mesma! Você sabe quem você é como indivíduo e o que você quer da vida. Sabe que deve focar-se no que é importante para você. Essa recém-encontrada autoconfiança pode ajudá-la entre os lençois, estimulando-a a viver o momento e abraçar suas escolhas, especialmente aquelas referentes a amor e sexo.

 

2. Espontaneidade

 

Depois que os filhos saem de casa, repentinamente, um clima de espontaneidade e aventura entra na sua vida, expressando-se também na vida sexual. Tanto faz se você e seu parceiro subitamente decidem sair em viagem de passeio ou passar uma noite romântica juntos na cama; é preciso admitir que o “ninho vazio” tem lá as suas vantagens.

 

3. Ausência de pressão

 

Após uma certa idade, o nível de expectativas sobre a sua performance sexual desaparece. O que importa mais é como você está se sentindo do que quanto tempo fica na cama. Sexo depois dos 50 tem mais a ver com conectar-se com seu parceiro e descobrir o que lhes dá mais prazer.

 

4. Deixar o passado para trás

 

Quando somos jovens, costumamos comparar ex-parceiros sexuais com os atuais. Porém, depois dos 50, esses sentimentos de competição e até mesmo de culpa desaparecem. Hoje, você é capaz de compreender suas relações sexuais como maneiras naturais, íntimas e mesmo belas de demonstrar amor por quem está com você.

 

5. Ausência de preocupações

 

Depois de chegar aos 50, fica tudo mais fácil! Isso é verdade não apenas para os níveis de estresse diários, como também para a sua vida amorosa e sexual. Na juventude, a tendência é pensar sobre o sexo e as suas implicações e consequências. Porém, quando envelhecemos, tais considerações passam a ser irrelevantes e é hora de dizer adeus ao tic-tac do relógio biológico.

 

6. Espiritualidade

 

Acredite se quiser, o sexo pode ser uma experiência espiritual. Esse tipo de sexo denomina-se, em algumas culturas, “sexo tântrico” – e refere-se não apenas ao prazer físico e emocional de vivenciar um orgasmo, mas também à ligação profunda e até mesmo mística que ocorre quando fazemos amor. No sexo espiritual, duas pessoas podem conectar-se, ver suas almas se fundirem e aprenderem mais sobre seu parceiro e sobre o que lhes agrada. Mesmo que pareça estranho, vale a pena tentar.

 

7. O orgasmo

 

Algumas pessoas dizem – especialmente mulheres – que, depois dos 50, é possível alcançar o orgasmo mais vezes e mais facilmente. Quando somos mais velhas, o corpo torna-se mais sensível e o sexo, então, é uma festa para nossos sentidos! Tal fato torna o clímax mais intenso e mais fácil de ser atingido pelas mulheres do que na sua juventude. Isso significa diminuir um pouco da carga de trabalho dos parceiros masculinos.

 

8. Tempo livre

 

Este é um dos fatores de mudança fundamentais na sua vida sexual. Enquanto antes havia milhões de coisas passando por sua mente, e que dificultavam sua concentração no que estava acontecendo na cama, após a aposentadoria, você tem muito mais tempo livre e muito menos obrigações sobre seus ombros. Use este tempo livre para conhecer os desejos do seu parceiro e os seus. As descobertas certamente irão melhorar muito a qualidade das relações sexuais.

 

9. Lucidez e simplicidade

 

Quando somos jovens, sexo é uma coisa complicada, carregada de emoções difíceis e mesmo impossíveis de serem explicadas e descritas. Depois que você chega aos 50, conhece bem o seu parceiro, como e o quê funciona bem para vocês na cama, e sentem-se mais confortáveis um com o outro. Depois dos 50, você começa a compreender que a vida é curta e que vale a pena deixar-se levar pelas emoções durante o sexo. O seu senso de lucidez e equilíbrio podem ajudar-lhe a alcançar uma grande satisfação sexual, que, certamente, irá se refletir na qualidade da sua vida.

25 Incríveis Usos do Azeite de Oliva

Embora o azeite de oliva seja utilizado com maior frequência na cozinha, cada vez mais ele vem sendo empregado com finalidades medicinais. Graças ao seu alto teor de vitamina E e antioxidantes essenciais, o azeite é um dos produtos mais eficazes quando se deseja estabilizar a pressão arterial e os níveis de colesterol, prevenir ataques cardíacos e o desenvolvimento de células cancerígenas, bem como combater os efeitos da passagem do tempo. Aqui estão 25 maneiras de utilizar esta fantástica substância!
25 Incríveis Usos do Azeite de Oliva
1. Para prevenir roncos: tome uma colher de sopa de azeite de oliva antes de ir dormir.
2. Para reduzir a aparência das estrias: Massageie sua pele com azeite de oliva durante alguns minutos.
3. Para tratar da acne: prepare uma mistura feita com 3 colheres de sopa de azeite de oliva e 4 de sal marinho, aplique sobre o rosto e deixe atuar durante 2 ou 3 minutos. A seguir, enxágue com água morna e sabonete. Sua pele ficará com os poros limpos e hidratada.
4. Para aliviar a dor de ouvido: aplique algumas gotinhas de azeite de oliva morno no ouvido.
5. Para aliviar a dor das úlceras estomacais: beba uma mistura preparada com uma colher de sopa de azeite de oliva e 3/4 de xícara de suco de limão.
25 Incríveis Usos do Azeite de Oliva

6. Para fazer a barba: o azeite de oliva pode ser uma alternativa natural para substituir o creme de barbear.

7. Para fortalecer as unhas: mergulhe seus dedos em uma tigela com azeite de oliva durante 5 minutos.

8. Para hidratar a pele: para tratar do ressecamento da pele das mãos, cotovelos e joelhos, esfregue um pouco de azeite de oliva morno nas áreas afetadas.

9. Para tratar de resfriados: prepare uma mistura morna com 3 colheres de sopa de azeite de oliva, 2 de óleo de gergelim, 1 colher de sopa de tomilho e 1 colherada de alecrim. Aplique essa mistura sobre o peito, massageando suavemente.

10. Para eliminar a caspa: massageie o couro cabeludo com azeite de oliva e deixe agir por uma noite. Pela manhã, lave o cabelo com xampu e condicionador. Repita o procedimento 3 vezes por semana.

11. Para cabelo seco e com pontas duplas: amorne umas colheradas de azeite de oliva e aplique-o no couro cabeludo, deixando agir por 40 minutos. A seguir, lave e enxágue, como de costume.
12. Para remover manchas de tinta de cabelo da pele: mergulhe um chumaço de algodão em azeite de oliva e esfregue-o sobre a área atingida até que a mancha desapareça.
13. Para prevenir queda de cabelo: prepare uma mistura com 2 ovos e 2 colheres de sopa de azeite de oliva, e aplique-a sobre o couro cabeludo, deixando agir por 40 minutos. Em seguida, lave em água morna com xampu e enxágue com condicionador. Recomenda-se repetir o tratamento 3 vezes por semana.
14. Para eliminar piolhos e lêndeas: prepare uma mistura à base de 1 colher de sopa de azeite de oliva e 1 colher de sopa de vinagre e aplique-a sobre o couro cabeludo, deixando agir por 30 minutos. A seguir, passe o pente fino (pente especial para tirar piolhos) no cabelo e enxágue-o com água morna.
15. Para aliviar dor de dente: mergulhe um chumaço de algodão em uma mistura feita com azeite de oliva e cravo-da-índia, aplicando-a sobre a região dolorida. Recomenda-se este tratamento para crianças pequenas e mulheres em período de amamentação.
25 Incríveis Usos do Azeite de Oliva
16. Para remover rímel dos cílios: mergulhe um chumaço de algodão em  azeite de oliva e utilize-o como desmaquilante.
17. Para aliviar a tosse: tome uma colher de sopa de azeite de oliva misturado com uma colher de sopa de mel. Outra alternativa é massagear o peito e a parte superior das costas com azeite de oliva morno.
18. Para tratar gengivas inflamadas: faça enxágues bucais com uma mistura preparada com colheradas de azeite de oliva dissolvidas em água.
19. Para prevenir assaduras pelo uso de fraldas: prepare uma mistura com 2 colheres de sopa de azeite de oliva e 1 colher de sopa de água e aplique-a sobre a traseira do bebê.
20. Para polir os móveis de madeira: mergulhe um pano velho mas limpo em uma mistura à base de 2 colheres de sopa de azeite de oliva e 1 colher de sopa de suco de limão, e utilize-a para limpar e deixar seus móveis de madeira impecáveis.
21. Para manter as ferramentas de jardinagem: passe um pano embebido em um pouco de azeite de oliva em seus utensílios de jardinagem para evitar que acumulem sujeira e enferrujem.
22. Para dar um jeito em portas que rangem: aplique azeite de oliva nas dobradiças problemáticas para que elas voltem a ser silenciosas.
23. Para tratar problemas digestivos: tome uma colher de sopa de azeite de oliva pela manhã, em jejum. Como alternativa, beba uma mistura feita com um copo d’água, com uma colher de sopa de azeite de oliva e a mesma medida de suco de limão.
24. Para manter as facas de cozinha: após tê-las lavado bem em água quente e com detergente, espalhe algumas gotas de azeite de oliva sobre as facas, evitando assim que elas percam o fio ou fiquem oxidadas.
25. Para evitar que a cera fique colada ao castiçal: esfregue um pouco de azeite de oliva no castiçal antes de acender as velas.

Conheça a Moringa, a Erva Que é Uma Grande Promessa na Cura do Câncer!

Você talvez nunca tenha ouvido falar da moringa oleífera, também conhecida como Acácia-branca. Essa erva é usada há milênios por povoados na África, Ásia e Índia para fins culinários, pois o seu sabor é semelhante ao do rabanete. No entanto, ela tem ganhado cada vez mais notoriedade mundo afora, principalmente no meio científico, por pesquisadores que estão cada vez mais empolgados com suas excelentes propriedades de cura no combate ao câncer. Uma pesquisa da Universidade Médica da Carolina do Sul, nos Estados Unidos, mostrou que os efeitos citotóxicos da planta que prejudicam células vivas podem, na verdade, ser uma grande arma contra células cancerosas.

Veja abaixo mais detalhes sobre essa grande descoberta médica que pode salvar a vida de milhões de pessoas.

moringa oleifera

O que é a Moringa Oleífera?
A oleífera faz parte de um gênero de plantas, das quais existem 13 espécies diferentes, pertencente à família das moringas. A mais cultivada de todas elas é a moringa oleífera, nativa dos sopés das montanhas do Himalaia. O nome moringa vem de diversos idiomas locais e significa ‘baqueta’, pois sua aparência lembra uma baqueta de tocar tambor ou bateria.

Você pode tomar a moringa uma vez por dia, em pó ou em forma de cápsulas. É possível também aplicá-la sobre a pele para evitar o surgimento de câncer de pele e o crescimento de fungos.

Propriedades Anticancerígenas
O principal motivo de tanta notoriedade sobre a moringa no meio científico é por causa da presença de três compostos muito importantes que foram encontrados na erva. Foi comprovado nos estudos que cada um deles tem a capacidade de inibir, reduzir, parar o crescimento e matar células cancerosas, o que torna a moringa um incrível e potente adversário contra o câncer. Veja abaixo quais são esses componentes:

1. Kaempferol: é um poderoso antioxidante que também pode ser encontrado em outros alimentos saudáveis como morangos, chás, feijões, maçãs e brócolis. De acordo com a pesquisa, entende-se que este composto pode parar o espalhamento das células cancerosas e reduzir inflamações.

2. Ramnetina: a pesquisa sugeriu que este composto pode matar células que formam o câncer de próstata. A ramnetina também pode ser encontrada no absinto (planta), alho e vegetais verdes.

3. Isoquercetina: é um composto que inibe a formação de câncer na bexiga. Pode ser encontrado em mirtilos, tomates, cebolas, uvas vermelhas e cerejas.

moringa oleifera

O Uso da Moringa Contra o Câncer
Além das três propriedades listadas acima, os estudos mostraram que também foi encontrado eugenol nas folhas e na casca da árvore da moringa. Isso significa que a planta também pode ser excelente para combater outras formações de câncer, como no estômago, ossos, pele e leucemia. Um experimento feito com ratos de laboratório mostrou que a erva pode também ter bastante efeito no combate a câncer de fígado. E tem mais: o estudo ainda mostra que os antioxidantes na moringa podem reparar os tecidos danificados do fígado, protegendo o órgão.O mais interessante é que essas propriedades anticâncer só podem ser extraídas das folhas e da casca, pois as sementes não têm os mesmos efeitos medicinais.

moringa oleifera

Outros Benefícios da Moringa à Saúde
Comparado a outros alimentos similares, a moringa é incrivelmente nutritiva. O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos mostrou que uma xícara de moringas picadas contém:

  • 3 gramas de proteína
  • 19% RDA de vitamina B6
  • 12% RDA de vitamina C
  • 11% RDA de ferro
  • 9% RDA de vitamina A
  • 8% RDA de magnésio

Atente-se a mais informações no nosso site sobre possíveis curas não somente do câncer, mas de outras diversas doenças, além de informações importante sobre saúde. Enquanto isso, procure pela moringa e inclua essa incrível erva na sua alimentação. Seu bem-estar agradece!

Nota: As informações e sugestões contidas neste site são meramente informativas e não devem substituir consultas com médicos especialistas.

Créditos: lifehack.com

10 Doenças e Problemas de Saúde Identificados Pelos Pés

“Meus pés estão me matando!” Quem nunca disse essa expressão depois de caminhar o dia todo ou ficar horas em pé? Embora seja uma frase um pouco exagerada, a verdade é que os nossos pés podem nos dizer muito sobre nossa saúde, assim como indicar alguma doença. 

Profissionais de reflexologia e massagens terapêuticas sabem de cada ponto dos pés que deve ser pressionado e massageado para melhorar a saúde de órgãos internos. Embora as informações a respeito dessa técnica ainda sejam escassas, é fato que o estado de saúde de um indivíduo pode ser mostrado através dos pés.

Além de possuir um quarto de todos os ossos humanos, os pés também seguram todo o peso do corpo. Não é à toa que possuem 33 juntas, 100 tendões, músculos e ligamentos, assim como incontáveis tipos de nervos e veias sanguíneas conectadas ao coração, espinha dorsal e o cérebro.

Levando todas essas informações em conta, então não seja uma surpresa saber que, se há algo de errado com os pés, então o resto do corpo será afetado de alguma forma, em alguma região específica.

Por isso, veja agora 10 informações importantes sobre o corpo humano que podem ser revelados através das condições dos pés:

1. Cãibras e espasmos

Se você tem cãibras e espasmos nos pés, pode ser um sinal de alguma deficiência no seu corpo. Os espasmos podem surgir por causa de desidratações, pois os músculos não estão recebendo a quantidade suficiente de oxigênio. Outro motivo é a falta de eletrólitos e nutrientes no organismo.

Caso tenha espasmos enquanto caminha, isso pode indicar um problema circulatório.

Outro motivo para o surgimento de espasmos são esforços excessivos, ou não se alongar adequadamente antes de atividades físicas. Por último, mas não obstante, o tipo de sapatos que você usa também pode causar esse desconforto. Para mulheres que gostam de usar saltos altos, por exemplo, é preciso verificar se esse tipo de calçado está causando as cãibras e espasmos. Se quer saber mais sobre cãibras e como acabar com elas.

 

2. Aumento do dedão
doença nos pés

A gota é o tipo de artrite inflamatória mais comum em homens, e deixa o dedão do pé quente, avermelhado, com sudorese e muito doloroso. A gota ocorre como resultado do excesso de ácido úrico presente nos tecidos e fluídos do corpo. Também aumenta o risco de desenvolver pedras nos rins.

Esse tipo de artrite inflamatória usualmente se manifesta no dedão do pé porque os cristais de ácido úrico normalmente se instalam nas partes mais frias do corpo. Pessoas obesas e acima do peso têm mais risco de desenvolver gota, assim como quem consome muita carne, álcool e fuma. Além disso, o uso de alguns medicamentos pode ajudar no surgimento da doença.

3. Pés sempre frios

Seus pés estão sempre frios, independentemente do clima? Se a resposta é sim, é um indicativo de que você está com problemas de circulação, hipotireoidismo ou anemia.

Além disso, se a coloração dos pés muda de avermelhado para branco e depois para tons azulados, pode ser um sinal de Fenômeno de Raynaud, que é o estreitamento dos vasos sanguíneos quando os nervos reagem ao frio. Pessoas que têm essa enfermidade devem evitar o tabaco e temperaturas baixas. No entanto, 20% dos casos de Fenômeno de Raynaud surgem através de doenças subjacentes.

4. Suor nos pésdoença nos pés

Suor nos pés pode ser um indicativo de diversos problemas de saúde, e se você tem esse sintoma, deve procurar um médico o quanto antes, pois pode estar em risco de vida.

Má circulação, insuficiência cardíaca, doenças no fígado e nos rins causam sudorese nos pés, assim como trombose, coágulos sanguíneos, aumento dos linfonodos e celulite, entre outras causas.

Tente elevar os pés enquanto está sentado. Exercite as pernas, reduza o consumo de sal e evite roupas apertadas se estiver com suores nos pés.

5. Unha curvada

Unhas em formato muito côncavo, semelhante a uma colher, indicam algum problema escondido. O primeiro fator pode ser deficiências nutricionais. Também pode estar relacionado a doenças genéticas, problemas circulatórios, doenças autoimunes ou algum problema no tecido muscular estriado.

6. Coloração nas unhas
doença nos pés

Doenças como tuberculose, icterícia causada por problemas no fígado, problemas na tireoide ou até mesmo sinusite pode deixar as unhas amareladas.

Essa coloração nas unhas pode ser um sintoma de bronquiectasia, uma enfermidade nos pulmões que causa problemas respiratórios.

Cores e texturas diferentes nas unhas podem ser um indicativo de vários problemas sistêmicos. Caso tenha alguma descoloração ou deformidade, procure um médico o quanto antes.

7. Dormência e formigamento

Problemas circulatórios, danos no sistema nervoso periférico, algum nervo preso e diversas outras doenças podem causar dormência ou formigamento nos pés.

Diabéticos que tiveram alto nível de glucose no organismo por um período mais extenso podem ter seus nervos danificados, o que causa formigamento. Comichões em outras partes e extremidades do corpo também pode ser sinal de esclerose múltipla.

 

8. Dores nas juntas dos dedos
doença nos pés

Cerca de 90% dos pacientes com artrite reumatoide irão ter dores nas juntas dos dedos dos pés. A doença reveste as juntas, causando inchaço e inflamação. Como resultado, as juntas e os ligamentos ficam danificados, desencadeando problemas de mobilidade.

Muitos alimentos com propriedades anti-inflamatórias podem ser incluídos na alimentação para aliviar os sintomas e diminuir a dor. Além disso, podem ser colocados enxertos nos calçados para minimizar a pressão dos pés sobre o chão e corrigir a postura dos pés.

Se quiser saber mais sobre artrite e de formar naturais para amenizar os problemas causados pela doença.

9. Pé caído

O nome pode parecer estranho, mas trata-se de uma enfermidade que atinge os músculos dos pés, e também pode estar associado a problemas neurológicos e anatômicos. O principal sintoma é ter dificuldade ao levantar a parte frontal do pé.

Nervos ou músculos danificados no pescoço e nos ombros podem causar problema, pois força os pés a se arrastarem mais enquanto a pessoa está caminhando.

O pé caído também pode ocorrer em decorrência de lesões nas pernas, ou algum problema durante alguma operação nessa área. Também pode estar relacionado a alguma doença neurológica, como poliomielite, algum problema cerebral ou alguma desordem na espinha dorsal.

 

10. Feridas persistentes
doença nos pés

Se você tem diabetes, é possível que possa ter algum problema nos nervos nessa região. Nervos danificados, ou neuropatia, faz com que as pessoas sejam incapazes de sentir ou notar lesões, como bolhas, por exemplo.

Lesões nos pés que não forem bem tratadas podem desencadear úlcera e gangrena e, nos piores casos, pode agravar a tal ponto que seja preciso amputar o pé. Nervos danificados também causam mudanças no formato dos pés e dos dedos.

Pés muito secos, com rachaduras e descamações podem ser um sinal de diabetes, e calos podem indicar má circulação.

Se você não não sabe o que é neuropatia.

Conclusão

Se você tiver algum outro problema aparentemente nos pés, isso pode garantir mais atenção a essa parte do corpo e mais cuidado com a sua saúde. Tenha todas as informações acima em mente e procure por ajuda médica caso seja necessário.

Para Problemas no Cabelo o Alecrim é a Solução!

Se você sofre de perda de cabelos, falta brilho nos fios ou você tem um monte de pontas duplas, então esse é um ótimo momento de aprender sobre os benefícios do alecrim.

O alecrim cresce durante todo o ano, especialmente em climas quentes e secos. Suas folhas verdes e cinza são em forma de agulha com uma floração azul.

Esta é uma erva antiga que tem sido usado em muitas culturas ao longo de milhares de anos. A medicina convencional usa o alecrim principalmente para tratar dores de cabeça, enxaquecas e problemas digestivos.

Use alecrim para acabar com os problemas de quedas de cabelo

No entanto, foi descoberto que o alecrim é bom para pelo menos, mais uma coisa – ele tem a capacidade de fortalecer as raízes do cabelo e evitar a perda dos fios.

O método é extremamente simples e o segredo está na preparação!
Como fazer uma infusão de alecrim?

Em primeiro lugar, pegue um ramo de alecrim e retire as folhas. Depois, coloque-as em uma panela com água e deixe ferver. Em seguida, depois de ferver, você precisa deixar essa infusão esfriar (com as folhas dentro da água) por 24 horas. Após esse dia de espera, retire as folhas e transfira esse líquido para um recipiente que você possa armazenar na geladeira, para manter fresco.

Como utilizá-la?

Quando você estiver no banho lavando os cabelos, molhe o couro cabeludo e despeje a mistura de alecrim. Você deve massagear o couro cabeludo para se certificar de que seu cabelo está realmente embebido com o líquido.

Pelo fato da bebida estar gelada, pode ser um pouco desconfortável por alguns segundos antes de você se acostumar com a temperatura.

Não há necessidade de usar toda o líquido que você preparou e sim apenas o suficiente para cobrir todo o seu cabelo.

Depois de massagear o alecrim no couro cabeludo, coloque uma toalha ou touca na cabeça e deixe agir por 10 minutos para a bebida infiltrar-se nas raízes.

A toalha pode ficar manchada de vermelho, mas é só lavá-la imediatamente após o uso. Caso tenha uma toalha escura, dê preferência a ela para isso. Seu cabelo vai tornar-se mais brilhante, forte, e não vai quebrar tanto.

Depois desses 10 minutos, você pode enxaguar os cabelos e finalizar seu banho. Você pode usar essa infusão todos os dias, uma vez que é uma solução natural e não química.

Outros usos para o alecrim

Use alecrim para acabar com os problemas de quedas de cabelo

Para piolhos: Coloque 50 gramas de alecrim em um litro de água fervente por 15 minutos e depois filtre. Em seguida, deixa a mistura mistura esfriar. Quando estiver no chuveiro, despeje em sua cabeça após você ter lavado os cabelos.

Para um resfriado, gripe, dor de cabeça, inflamação da garganta e doenças do aparelho digestivo: Coloque 5-7 folhas de alecrim em um copo de água quente, adoce com mel, deixe de molho por 3 minutos e beba!
 

Tente e compartilhe o resultado com amigos e familiares!

Sintomas Iniciais de Câncer Que Não Devem Ser Ignorados

O câncer é uma das doenças mais temidas da segunda metade do século 20 e do início do século 21. Nosso organismo pode ser atacado por diferentes tipos de câncer por várias razões. Com muita frequência, os sintomas são ignorados porque as pessoas não acreditam que ele esteja por trás dos desconfortos sentidos ou estão com medo de descobrir do que se trata. Os oncologistas afirmam que o diagnóstico precoce pode salvar sua vida. Portanto, se você está sentindo um destes 10 sintomas, deve consultar o seu médico e fazer exames.

1. Mudança na aparência de pintas na pele
Pintas ou “sinais de beleza” podem ser indicativos de câncer. O súbito aparecimento de uma pinta, ou mudança em sua forma/cor/textura, pode indicar câncer de pele. Consulte um dermatologista assim que possível.
2. Mudanças persistentes nos movimentos intestinais
Súbitas e persistentes mudanças no funcionamento dos intestinos podem ser sinais de câncer. Dificuldade para defecar pode indicar que existe algo obstruindo os intestinos. Modificações  na cor/consistência das fezes podem também indicar câncer. O aparecimento de fezes negras ou com sangue deve fazer você ir ao médico imediatamente, assim como fezes estreitas como uma fita. Fezes brancas/acinzentadas podem não ser indicativas de câncer porém podem indicar outros riscos sérios à saúde e um médico deve ser consultado.
3. Mudança persistente no funcionamento de bexiga
Você está tendo dificuldade para urinar ou há traços de sangue na sua urina? Atenção, isso pode indicar câncer de próstata, rins ou bexiga, e é altamente recomendado que você consulte logo o seu médico.
4. Dor persistente e inexplicável
Dores infrequentes e ocasionais geralmente não são sinais de câncer. Porém uma dor persistente e recorrente no abdômen pode ser o primeiro sintoma de câncer nos ovários; no peito, pode  ser câncer nos pulmões e, em alguns casos, dores de cabeça constantes podem ser o primeiro aviso de câncer no cérebro ou nos olhos.
5. Tosse e rouquidão permanente
Uma tosse indica alguma perturbação ou obstrução nas vias aéreas. Porém, tosses constantes, dolorosas ou acompanhadas de sangue devem ser motivos de consulta médica. Uma tosse constante pode ser o primeiro aviso de câncer nos pulmões, ou outros problemas respiratórios em potencial que, mesmo não sendo câncer, podem ser perigosos da mesma forma.
6. Perda de peso repentina
Adultos tendem a perder peso com dificuldade. Portanto, se, de repente, você começar a emagrecer sem mudar seus hábitos nem dieta, preste atenção! Não encare o fato como um “presente”, pois tumores malignos podem muitas vezes ser a causa da perda de peso repentino
7. Dificuldade persistente para engolir
Desde o momento em que nascemos, começamos a engolir alimentos. Este é um dos nossos movimentos mais naturais. Entretanto, câncer no pescoço ou no esôfago podem causar uma persistente dificuldade para engolir. Mesmo que não seja câncer, dificuldades na deglutição são um risco em si mesmas e, se elas existirem, o médico deve ser consultado.
8. Caroços inexplicáveis
Se você notou o aparecimento de um caroço em alguma parte do corpo, não importa o tamanho, veja do que se trata. Caroços nos seios podem indicar câncer (em raros casos, também em homens) e caroços nos testículos podem indicar câncer de próstata ou nos testículos.
9. Sangramento persistente
Sangramento pelo  ânus pode indicar câncer de cólon e sangramento vaginal fora do ciclo normal pode, muitas vezes, indicar câncer cervical. Lembre-se de que você está sangrando sem uma ferida aberta – e isto é motivo de preocupação.
10. Ferimentos que não cicatrizam
Desde que você era criança, o seu corpo cicatriza todos os seus machucados. Se você tiver um ferimento que leve mais de três semanas para cicatrizar, isso indica alguma anormalidade e pode ser um sinal de câncer. Consulte seu médico e faça exames sem demora.
As informações e sugestões contidas neste blog são meramente informativas e não devem substituir consultas com médicos especialistas.

25 Dicas Para Viver Por Muito Mais Tempo

Ter uma vida longa nem sempre significa ter uma vida feliz, e muitas pessoas temem que seus anos finais sejam difíceis e desagradáveis. A verdade é que não há nada que nos impeça de viver uma vida tão longa quanto feliz, e existem inúmeros estudos, dicas, conselhos e pessoas com experiência inegável que podem ajudar-nos a chegar a esse objetivo. Você não precisa seguir à risca todos os itens dessa lista, mas adotar algumas dessas sugestões pode resultar em um estilo de vida melhor, que vai permitir que você viva mais tempo e mais feliz.
Continue lendo e você vai encontrar algumas das maneiras mais simples e agradáveis para viver  (e viver bem!) por mais de 100 anos.
25 Dicas Para Chegar Bem Aos 100
1. Deixe sua consciência ser seu guia
No livro “O Projeto Longevidade”, Howard Friedman e Lesley Martin detalham os resultados de seu estudo sobre nosso estilo de vida, que contém algumas surpresas. Uma de suas conclusões mais reveladoras é a de que as pessoas que vivem a maior parte de suas vidas em paz consigo mesmas e sempre seguiram seu coração sofrem menos estresse, tensão e doenças. Como resultado, elas também foram mais bem sucedidas em sua vida amorosa e carreiras.
2. Encontre razões para rir
Em um estudo de 2012, um grupo de 243 idosos que viveram até 100 anos ou mais tiveram duas características principais em comum, e uma delas é o amor pelas risadas. “Eles consideravam a risada uma parte importante da sua vida”, diz o chefe da pesquisa, Kaori Kato. Sua segunda característica comum é a receptividade/extroversão e, graças a isso, o riso era de fato uma parte inseparável de suas vidas.
3. Coma nozes
Em 2013, um estudo realizado em um grupo de 7.000 pessoas com idades entre 55 e 90 anos descobriu que um dos fatores mais simples e, no entanto, mais influentes, da longevidade, é o consumo de nozes. As pessoas que comem nozes regularmente sofrem menos de excesso de peso, tem a cintura menor e possuem 39% menos risco de morrer prematuramente.
25 Dicas Para Chegar Bem Aos 100
4. Vá ao shopping
Boa notícia para quem gosta de ir às compras: um estudo realizado em Taiwan descobriu que, para as pessoas com mais de 65 anos, fazer compras faz bem à saúde. De um grupo de 1.850 pessoas, 28% dos homens e 23% das mulheres que faziam compras regularmente apresentaram maior probabilidade de viver mais tempo. De acordo com os resultados, os principais motivos foram o exercício físico ao andar de loja em loja, bem como a interação social e humor elevado durante as compras. Um fator importante a se notar é que você não precisa comprar nada para aproveitar esses benefícios – basta sair pra olhar vitrines.
5. Ame o próximo
Aos 116 anos, Susannah Mushatt Jones é atualmente a pessoa mais velha do mundo e atribui tudo a um simples “truque”. “Ela trata a todos com a mesma cortesia e integridade com que espera ser tratada”, diz a sobrinha. Além disso, Jones toma apenas uma medicação  – para pressão arterial – e come uma dieta equilibrada de carne, frango, frutas e legumes.
6. Ame a si mesmo
O guru americano de saúde e fitness, Jack Lalanne, que faleceu aos 96 anos, costumava dizer que “você tem que aprender a satisfazer a si mesmo, ou vai falhar na vida.” A satisfação sobre a qual Jack falou se refere a muitas coisas – do exercício físico e nutrição ao descanso e lazer. Lembre-se: é importante amar e respeitar os outros, mas se você quer viver até os 100, não negligencie a pessoa mais importante do seu mundo – você.
7. Não peça comida do delivery
Além do dinheiro que você vai economizar, aqui está mais um motivo para cozinhar mais em casa: Um teste de 2012 realizado pela Universidade de Cambridge descobriu que as pessoas que comem comida caseira pelo menos 5 dias por semana são 47% mais propensas a viver além dos 100 anos, quando comparados com aqueles que não o fazem. Então, da próxima vez, que estiver com fome, não pegue o telefone – vá pra cozinha!
8. Pratique yoga
Praticar yoga diariamente tem muitos benefícios de saúde que vão além do alívio do estresse e melhora da flexibilidade. A prática de yoga não requer nada mais do que uma esteira e vontade, então todos podem – e devem – fazer isso. Por que não começar com estes exercícios?
25 Dicas Para Chegar Bem Aos 100
9. Mantenha-se positivo…
A mesma pesquisa que constatou que a risada e a extroversão são parte essencial da maioria das pessoas que vivem mais de 100 também descobriu que o otimismo é um ingrediente essencial na receita para a longevidade. “Quando comecei a trabalhar com pessoas que têm mais de 100 anos de idade, eu pensei que elas deviam sua longa vida à teimosia e rigidez”, disse Dr. Barzilai, “mas quando comparamos os traços de personalidade de todos os 243 participantes, descobrimos que os dados apontam claramente para uma perspectiva de vida positiva e otimista”.
10. … Mas não perca o senso da realidade
Continuando o tópico anterior, lembre-se que é importante ser otimista, mas você tem que ter cuidado para não exagerar e pensar que tudo é maravilhoso. Essa conclusão foi alcançada em um estudo realizado pelo PhD Frieder Lang, que descobriu que as pessoas mais velhas que têm uma perspectiva positiva demais sobre a vida sofrem mais decepções, o que diminui sua qualidade de vida. “O pessimismo nos torna mais conscientes, seja sobre nossa saúde ou ao seguir instruções”, diz Frieder, e é por isso que temos que  moderar nosso otimismo, particularmente em uma idade avançada. O ideal é ser um realista esperançoso.
11. Evite brigas desnecessárias em seu relacionamento
Uma relação tempestuosa não só prejudica a sua qualidade de vida, como também pode torná-la mais curta! Enquanto estudavam mais de 1.700 casais, os pesquisadores na Universidade Bingham, em Utah, descobriram que quanto mais os casais brigavam, mais sua saúde deteriorava. Lembre-se: brigar é normal, mas brigar demais simplesmente não é saudável.
12. Se o casamento não está funcionando, peça o divórcio
Como mostrado no item 11, um casamento feliz leva a uma vida mais longa. No entanto, se você e seu parceiro simplesmente não conseguem se dar bem, o divórcio pode não ser uma má ideia. Estudos têm mostrado que as mulheres que se divorciam desfrutam de um novo caminho cheio de satisfação, entusiasmo e saúde estável. Em “O Projeto Longevidade”, os autores explicam que a maioria das mulheres têm um círculo social estável que as apoia após seu divórcio. Mas seja para o homem ou para a mulher, se as coisas não estão funcionando, terminar nem sempre é uma coisa ruim.
13. Mantenha seus dentes saudáveis
Manter a sua saúde oral não é apenas esteticamente agradável e uma maneira de evitar o dentista – é também uma forma de prolongar a sua vida. Depois de seguir 5.500 adultos de 18 anos, pesquisadores da Universidade da Califórnia descobriram que aqueles que não escovam os dentes pelo menos uma vez por dia têm um risco mais elevado (65%) de sofrer de demência. Enquanto essa ligação não foi totalmente explorada ou explicada, outros estudos mostraram que as pessoas que sofrem de doença de Alzheimer geralmente têm mais bactérias em sua boca, associadas à doenças de gengiva.
14. Consuma fibras em sua dieta
Fibras alimentares, especialmente o tipo encontrado em grãos integrais, podem proteger seu corpo contra doenças cardíacas, infecções e uma variedade de problemas respiratórios que podem encurtar sua vida. Essas descobertas, publicadas no American Internal Medicine Archive, foram o resultado de um estudo de 2011 com 388.000 participantes. Os resultados do estudo mostraram que as pessoas que consomem as quantidades diárias recomendadas de fibras dietéticas (25 gramas para as mulheres e 38 gramas para os homens) gozam de melhor saúde por vários anos.
15. Beba álcool – com moderação!
Pessoas de meia-idade podem se beneficiar muito de um copo de vinho por dia, de acordo com vários estudos de 2010. O fator chave aqui é a moderação, pois os mesmos estudos mostraram que o consumo excessivo de álcool aumenta o risco de morrer em 42%.
16. Coma peixe
Todos sabemos que peixes gordos são uma excelente fonte de Ômega-3 – uma substância que faz maravilhas pelo nosso corpo e pode contribuir para a longevidade. Pesquisadores da Universidade de Harvard descobriram que pessoas com altos níveis de Ômega-3 no sangue têm uma vida mais longa (2 anos a mais, em média), quando comparadas com aquelas com baixos níveis da substância. Para aqueles que não gostam de peixe, existem outros alimentos que são ricos em Ômega-3, como linhaça, nozes, óleo de canola, produtos feitos de soja, e vegetais verdes como brócolis, rúcula, couve e espinafre.
17. Passe mais tempo na cama, mas não dormindo
Você acha que está velho demais para ter relações sexuais? Então vai se surpreender ao saber que elas podem adicionar 8 anos à sua vida! Em 2010, um estudo descobriu que o sexo não só é bom para o seu humor, ele também faz maravilhas pela saúde do seu coração. De 1.165 homens de meia idade testados, aqueles que se envolveram em relações sexuais mais do que duas vezes por mês eram 45% menos propensos a ter um ataque cardíaco, quando comparados aqueles que tinham relações apenas uma vez por mês ou menos.
18. Adote um animal de estimação
Animais de estimação são ótimos companheiros e sua amizade incondicional é realmente incrível, mas eles também são um fator importante na qualidade de vida dos seus donos. Os benefícios são abundantes – alívio de estresse, uma dose diária de exercício físico (ambos os quais podem reduzir o risco de um ataque cardíaco em 33%), bem como ajuda para lidar com a depressão.
19. Estabeleça amizades no local de trabalho
Um estudo da Universidade de Tel Aviv que acompanhou 820 adultos de mais de 20 anos descobriu que pessoas que estabelecem relações em seu local de trabalho desfrutam de uma vida mais longa do que aqueles que não o fazem. A razão parece ser que estes amigos formam uma rede de segurança e prestam apoio social, mesmo em um lugar considerado competitivo e estressante. A constatação mais preocupante foi a de que as pessoas que estabelecem relações negativas em seu local de trabalho são 2,4 vezes mais propensos a morrer mais cedo.
20. Faça jardinagem
A maioria dos residentes em Okinawa, Japão, que têm mais de 100 anos, têm tanto um jardim Zen como uma horta. Este passatempo parece ser prática comum em outros lugares ao redor do mundo entre as pessoas que possuem uma longa vida (como, por exemplo, na Sardenha, Itália). Embora esta teoria seja principalmente comparativa, não se pode negar que sair e tomar um ar fresco e luz solar, bem como desfrutar de vegetais orgânicos, sem dúvida, são fatores que contribuem para a longevidade.
21. Acredite na sua própria saúde
Muitas vezes, os pesquisadores que estudam a longevidade pedem aos participantes dos seus testes que classifiquem seu próprio nível de saúde. Enquanto aqueles que estão frequentemente doentes o classificam como baixo, algumas pessoas saudáveis deram respostas semelhantes, e essas respostas parecem se tornar quase que uma profecia. Quando se trata de ser positivo, acreditar na sua saúde irá ajudá-lo a permanecer vivo e saudável.
22. Desligue a TV, mas mantenha-se informado
Enquanto a TV é uma fonte de informação e entretenimento, um estudo australiano de 2012 descobriu que, em pessoas com mais de 25 anos, assistir uma hora de televisão encurta a expectativa de vida em 22 minutos. Enquanto isso é preocupante, não significa que você precisa desligar a TV completamente. A exposição à novas informações é realmente benéfica, portanto substitua esse tempo de TV pela leitura de jornais, livros ou artigos na internet. As pessoas que estão expostas à grandes quantidades de informação, muitas vezes, sabem mais sobre alimentação saudável e são mais conscientes do mundo ao seu redor.
25 Dicas Para Chegar Bem Aos 100

 
23. Coma menos açúcar
Gostar de doces pode danificar seriamente a sua saúde e reduzir suas chances de atingir os 100 anos. Cynthia Canyon, uma geneticista molecular de San Francisco, realizou testes sobre nematódeos e descobriu que dietas ricas em açúcar encurtam sua vida em 20%. É importante evitar o açúcar processado (branco refinado) e fazer um esforço para usar apenas o açúcar não refinado natural, ou matar a vontade de doces comendo frutas.
24. Permita-se ser criativo
O Exército dos EUA realizou recentemente um levantamento de sua grande população de veteranos de guerra, o que resultou em descobertas interessantes que ligam o nível de criatividade de uma pessoa à sua expectativa de vida. Os veteranos mais criativos mostraram uma vida, em média, 12% mais longa. A boa notícia é que se você acha que não tem muita criatividade, ela é algo que você pode adotar e desenvolver.
25. Não tenha medo do tempo
Talvez esse seja o ponto mais importante neste artigo, porque ter esse tipo de visão da vida e do tempo vai determinar o quão bem nós vamos executar os outros 24 itens dessa lista. As pessoas que enfrentam o envelhecimento sem medo são as únicas que vão desfrutar da velhice por mais tempo. Lembre-se: cada vela no seu bolo é uma realização e, apesar do tempo voar, devemos nos dedicar à diversão e tirar o máximo de proveito do tempo que nos resta.

Viva Melhor a Terceira Idade Com estas Ótimas Dicas!

Existem boas expectativas que vêm junto com a velhice: o contentamento e a satisfação aumentam com a idade. Estudos demonstram que pessoas com 80 anos sentem-se mais felizes do que as com 70 anos. Porém, antes de começar a celebrar, é preciso que você faça por onde para chegar lá. Nunca é tarde para fazer algumas mudanças e mesmo que você tenha negligenciado alguns hábitos saudáveis na sua juventude, ainda é tempo de fazer algumas modificações no seu estilo de vida. Você pode reduzir os riscos de doenças cardíacas, câncer e fraturas ósseas apenas alimentando-se corretamente e fazendo alguns exercícios.
Use a tecnologia para registrar seus hábitos
Viva Melhor a Terceira Idade Com estas Ótimas Dicas!
Quando você começa a fazer mudanças, é muito útil ter uma ideia geral sobre a sua saúde e o registro dos seus progressos ajudam você a manter-se focado nos seus objetivos. Você pode monitorar seus exercícios com monitores e pedômetros. Pode também registrar seus exercícios e consumo de alimentos com aplicativos de smartphones ou monitorar sua pressão sanguínea com aparelhos para uso doméstico.
Use protetor solar e evite rugas desnecessárias
Viva Melhor a Terceira Idade Com estas Ótimas Dicas!
O uso de protetor solar diariamente previne rugas e protege a pele contra o envelhecimento. Isso sem falar no câncer de pele. Os benefícios deste hábito não são obtidos apenas se começarmos jovens, embora isso ajude bastante. Você pode começar na meia-idade. Use um produto com fator de proteção solar (FPS) 30, pelo menos.
Adote um animal de estimação
Viva Melhor a Terceira Idade Com estas Ótimas Dicas!
Animais de estimação podem ajudar a preencher o vazio deixado pelos filhos que cresceram e foram cuidar de sua vida ou de entes queridos que não mais estão conosco. Pesquisas indicam que pessoas que têm bichos de estimação têm índices de colesterol mais baixos, sofrem menos de problemas cardíacos e não precisam consultar médicos com tanta frequência. Ter um cão também lhe dá um motivo para sair e caminhar diariamente, o que é uma ótima forma de exercício.
Exercícios para reduzir os riscos do Mal de Alzheimer
Viva Melhor a Terceira Idade Com estas Ótimas Dicas!
Exercícios podem estimular o fluxo sanguíneo para o cérebro e facilitar o crescimento de novas células nervosas. Pesquisas indicam que exercícios regulares na meia-idade podem reduzir os riscos de degenerações cognitivas e de memória em até 39 por cento. Não é preciso participar de maratonas: 30 minutos de caminhada, bicicleta ou jardinagem cinco vezes por semana são suficientes para melhorar a sua circulação sanguínea.
Redescubra a atividade sexual
Viva Melhor a Terceira Idade Com estas Ótimas Dicas!
Só porque você está envelhecendo não significa que tenha que abandonar o sexo. É importante como exercício e também para deixar você mais contente. Com a idade, atividades sexuais podem ser diferentes e melhores: você tem mais tempo, menos interrupções e você já sabe o que lhe agrada.

Fiquem Atentos aos 11 Sinais de Intolerâncias Alimentares!

Por muito tempo eu tive consciência de alergias causadas por alimentos. Eu sei que algumas pessoas precisam evitar certos tipos de comidas, mas eu só não estava ciente da diferença entre alergia e intolerância e se realmente essa diferença existia. Graças ao este guia, eu consegui entender que posso sofrer de uma intolerância alimentar, mesmo não tendo alergias. Em torno de 10% de nós sofremos de intolerâncias alimentares, mas, geralmente, não percebemos e assim não fazemos nada a respeito disso. Então, leia e veja se você já passou por alguma dessas experiências, analisando os 11 sinais de intolerância alimentar.

Note: Se você já teve alguns desses sintomas, é extremamente aconselhável que você procure o seu médico o mais rápido possível.

Quando temos alergias a certos alimentos, o nosso sistema imunológico os rejeita. No caso da intolerância a alimentos, uma reação negativa acontece no nosso organismo por causa do limite de consumo daquele alimento específico ou por causa de certos produtos químicos usados nele em excesso. Descobrir o grande causador pode ser difícil, levando em consideração que os sintomas podem aparecer várias horas ou dias depois do alimento consumido. Saber avaliar se você já teve algum desses sintomas já é o primeiro passo. Cuidadosamente, dê uma olhada nos 11 sinais mais comuns de intolerância a alimentos.
1. Você vai ao banheiro com muita frequência?
Esse pode ser um sinal de (IBS – Sigla em inglês para Síndrome da Irritação do Cólon ou Síndrome do Intestino Irritável), que pode causar sintomas como diarreia, gases, sensação de inchaço e dores abdominais. Os carboidratos que são mal absorvidos, chamados FODMAPS, são considerados as causas primárias dessa síndrome. O único tratamento aconselhável seria uma mudança na dieta chamada de “Dieta com Baixo Teor de FODMAP”, que tem como objetivo eliminar os carboidratos fermentáveis que causam esse problema.
2. Você tem dores crônicas nos músculos ou nas articulações, que vão se espalhando?
Esse fenômeno preocupante é chamado de fibromialgia e atinge 6% das pessoas, particularmente mulheres de meia idade. Se você tem essa experiência de uma dor generalizada a longo prazo que não se limita a nenhuma parte do seu corpo, você pode estar sofrendo de fibromialgia. Isto é desencadeado, na maioria dos pacientes, depois de comer certas variedades de alimentos.
3. A cafeína te estimula demais?
Alguns de nós, particularmente de algumas áreas onde o chá e o café não eram parte da dieta dos nossos ancestrais, temos um metabolismo lento relacionado à cafeína. Assim, o consumo de algo rico em cafeína, como um café bem forte, pode levar ao estresse digestivo, aumento da pressão sanguínea, suor e maiores riscos de problemas no coração. Se você acha que a cafeína está lhe causando essas reações, reduza o seu consumo de café, chá e chocolate e procure usar como alternativa os produtos descafeinados.
4. Algumas refeições lhe causam dores de cabeça ou enxaqueca?
Esse é um dos sintomas e sinais mais comuns da intolerância a alimentos, que geralmente é causada por um alimento: o glutamato monossódico (MSG). Os sintomas podem não ser sentidos por algumas horas depois do consumo, mas é sempre uma boa ideia ficarmos atentos à refeições e outros produtos que possam conter MSG.
5. Depois de uma longa noite de sono, você ainda se sente cansado?
A dieta é uma das principais causas da Síndrome da Fadiga Crônica, uma desordem caracterizada por cansaço e exaustão a longo prazo. Milhões de pessoas sofrem com essa síndrome, mas estima-se que menos de 20% delas foram apropriadamente diagnosticadas. Se você está se sentindo cansado mesmo com um bom descanso, talvez esse possa ser o seu problema e você deve consultar um médico profissional da área.
6. Você tem intolerância a trigo, mesmo se o seu teste para doença celíaca deu negativo?
Até 13% da população que não sofrem com a doença celíaca, que seria a intolerância a glúten, apresentam problemas digestivos da proteína do trigo , que é um tipo de glúten. Essa condição é chamada de não sensibilidade a glúten celíaco ou simplesmente mais comum seria intolerância a glúten. Se você teve problemas comendo trigo, talvez você deva considerar uma dieta com baixo FODMAPS. (Veja abaixo).
7. Você sofre de hipotireoidismo?
Essa doença é causada por uma queda na produção de hormônios pela tireoide. A maioria dos casos de hipotireoidismo são causados por uma doença autoimune chamada de Hashimoto, que está ligada àqueles que sofrem intolerância ao glúten. Uma dieta sem glúten é uma boa maneira de reduzir o hipotireoidismo e, portanto, inversamente, uma disfunção da tireoide é um sinal provável de intolerância alimentar.

8. Você tem problemas no estômago quando ingere leite ou iogurte?

A intolerância à lactose é extremamente comum, particularmente no leste da Ásia ou naqueles que são descendentes dessa região. Ao redor do mundo as proporções variam de 65% a 90% no número de pessoas que têm dificuldades após a infância com lactose. Para lidar com esse problema e digerir o açúcar natural que o leite contém, a lactose, nós usamos a enzima chamada lactase. Qualquer deficiência da lactase dentro do seu corpo lhe causará uma grande dificuldade em digerir produtos lácteos. Se você sofre desse problema mas continua consumindo laticínios, provavelmente terá vários problemas gastrointestinais. Consulte um médico imediatamente para um diagnóstico e evite o consumo de produtos lácteos.

9. A sua artrite está piorando?
A osteoartrite é um resultado do envelhecimento, mas é muito mais difícil determinar as causas da artrite reumatoide e, infelizmente, ainda não se tem a cura para essa doença. Essa forma de artrite pode estar relacionada ou ser um sinal de intolerância alimentar. Alguns pesquisadores acreditam que certas sensibilidades a alimentos levam a uma inflamação do sistema imunológico como resposta, o que pode piorar uma inflamação já existente nas articulações, aumentando as suas dores e o inchaço.
10. Alguns alimentos em particular lhe causam problemas de pele?
Tomates e pimentões contém uma grande quantidade de silicatos, um causador de problemas de pele em cerca de 2,5% de cidadãos europeus. Entretanto, é difícil determinar se esses dois vegetais causaram os problemas de pele, porque as reações podem acontecer um longo tempo depois. No entanto, em casos de dúvida, devemos moderar o nosso consumo desses vegetais, se apresentarmos feridas ou doenças na pele.
11. Você tem problemas no estômago quando ingere refeições feitas com cebola e alho?
A dieta da FODMAP também tenta eliminar esses alimentos. Contudo, alho e cebola são ingredientes populares e frequentemente usados na cozinha, então muitas pessoas acham difícil evitá-los. No entanto, estes alimentos poderosos e ricos em FODMAPS que podem danificar o seu corpo, contém também frutanos que podem desencadear problemas naqueles que têm muita sensibilidade. Assim, cebola e alho são comumente intoleráveis. Se ingerir muitas refeições com esses ingredientes lhe causa problemas no estômago, você provavelmente tem uma intolerância alimentar.

10 Usos do Vick Vaporub

É pouco provável que uma pessoa adulta desconheça esta tradicional pomada contendo cânfora, mentol e eucaliptol, usualmente empregada como descongestionante nasal em casos de gripes e resfriados. No entanto, existem pelo menos mais 10 maneiras de utilizar esta substância para beneficiar nossa saúde e bem-estar.
10 Usos do Vick Vaporub

Apresentamos a seguir outras formas de utilizar o velho e bom Vick Vaporub, mas uma nota importante antes de começar: Nunca use esse produto em bebês ou crianças menores de 2 anos!

1. Nos lábios – hidrata e elimina rachaduras

Se você está com os lábios rachados ou ressecados, faça o teste: aplique sobre eles essa pomada, com os dedos limpos, 3 vezes ao dia. Em 24 horas, irá notar uma grande melhora.

2. No couro cabeludo – acaba com a caspa e seborreia

Eis aqui uma receita caseira para acabar com a caspa: basta aplicar Vick Vaporub na raiz dos cabelos, deixar agindo por meia hora e depois lavar com seu xampu habitual.

3. No rosto – elimina espinhas

Se você está com problema de espinhas, use um pouquinho de Vick sobre elas, que secarão rapidamente.

4. Elimina dor de cabeça

Se você está com dor de cabeça, aplique um pouco de Vick nas têmporas, e a dor vai passar rapidamente. É claro que, se o problema persistir, você deve procurar um médico. Sugestões caseiras nunca devem substituir uma consulta com um profissional da saúde…

5. Alivia os sintomas das hemorroidas

Para quem tem problema de hemorroidas externas, o uso do Vick ajuda aliviar a dor e o incômodo provocado por este problema vascular. Esta é uma sugestão paliativa, para aliviar os sintomas. Nunca deixe de consultar seu médico.

6. Alivia dor nas articulações

Basta aplicar o produto nas articulações, para sentir um alívio quase que imediato das dores.

7. Como repelente de mosquitos

Ele ajuda a manter os mosquitos longe, mas evite aplicar perto dos olhos, porque arde muito.

8. Ajuda a eliminar a tosse noturna

Para aliviar aquela tosse noturna bastante incômoda, basta aplicar um pouco de Vick Vaporub nas solas dos pés, calçar meias (preferencialmente velhas e de algodão) e ir dormir. Retire as meias no dia seguinte ao acordar. Funciona mesmo!

9. Elimina rachaduras nos pés

Use o Vick quase da mesma maneira que usaria para aliviar a tosse noturna. Passe a substância nos pés, besuntando-os bem. Calce meias velhas de algodão e vá dormir, retirando-as na manhã seguinte. A pomada é um ótimo hidratante para os pés.

10. Elimina micose nas unhas

Quem tem micose nas unhas deve besuntá-las com Vick todos os dias, até  conseguir tratar a micose. Não se assuste se a unha ficar escura, essa é a prova que o Vick está eliminando os fungos. Manter a aplicação do bálsamo, durante um período de duas semanas para limpar completamente as unhas de todas as bactérias remanescentes.

 

Nota: As informações e sugestões contidas neste site são meramente informativas e não devem substituir consultas com médicos especialistas.